Biblioteca

Todas as criaturas Magicas

Primeiro Ano

 

                            Acromântulas

 

     As Acromântulas possuem oito olhos e são dotadas de fala humana; pêlos negros e grossos que lhe cobrem o corpo, as pernas têm uma envergadura que pode abranger até 4 metros; as pinças produzem um estalo quando ela se irrita, produz uma secreção venenosa e tece teias abobadadas no solo. Ela é carnívora e prefere presas de grande tamanho. O feitiço para atacá-la é o Arania Exumai.  

 

 

                             Verme-Cego

     Animal castanho, vive em túneis subterrâneos. Chega a atingir 25cm de comprimento, ele se mexe muito pouco. Suas duas extremidades produzem um muco usado para engrossar poções, o famoso “Muco do Verme-Cego”. Seu alimento preferido é o alface, embora ele coma qualquer tipo de vegetal.

 

                              Diabretes

     Cor Azul-Elétrico, mede até 20cm de altura e é muito travesso, gosta de pregar peças e fazer brincadeiras de mal gosto de todos o tipo. Ele pode voar e agarrar humanos pelas orelhas e levá-los a lugares de grande altura. Os feitiços para atacar os diabretes podem ser: Petrificus Totalus, Peskipiksi Pesternomi, Rictumsempra,Imobilius ou Flipendo (somente para primeiro ano). 

 

 

                               Gira-Gira

     Mede 1cm e meio, é azul-safira berrante. Suas asas saem do alto da cabeça e rodam a grande velocidade quando ele voa. Na extremidade oposta do corpo há um ferrão longo e fino. Quem é picado por um gira-gira sente tonteira seguida de levitação. O ferrão seco do gira-gira é usado em várias poções.

 

 

 

Segundo Ano

 

                                   Agoureiros

     Faz ninho em moitas espinhosas, se alimenta de fadas e insetos. Só voa sob chuva pesada e, no restante do tempo, fica escondido em seu ninho em feitio de lágrima. Muitos acreditavam que o agoureiro anunciava a morte, mas só anunciava a chuva.

 

                                 Tronquilhos

     É uma criatura que guarda as árvores. Possui 20cm de altura e aparentemente formado por troncos e gravetos com dois olhinhos castanhos. Se alimenta de insetos. Se alguém tenta atacar a árvore em que ele vive, ele salta em cima da pessoa e fura os olhos dela. Para um bruxo acalmar um tronquilho, costuma-se da bicho-de-conta que o deixa calmo por um curto espaço de tempo.

 

                                   Chizácaros

     Pequeno parasita de um milímetro e meio de altura. Tem a aparência de um caranguejo e dotado de grande presas. É atraído pela magia e pode infestar o pêlo e as penas de criaturas como Agoureiros. Ataca objetos mágicos como varinhas, ou se instala em caldeirões sujos, onde engole qualquer restinho de poção. Quando inchado por substâncias mágicas torna-se muito difícil de combater.  

 

                                 Oraqui-Oralá

     Possui penas fofas e é incapaz de voar. Se destaca pelo método de fugir do perigo. desaparece em meio a uma nuvem de penas e reaparece em outro lugar (a mesma capacidade de uma fênix). 

 

                                     Fadas

     Animal pequeno e decorativo, mas de pouca inteligência. Geralmente serve de decoração e enfeite pelos bruxos e, em geral, habita as matas e os alagadiços. Varia de 2,5 cm a 12,5 cm de altura. Tem corpo minúsculo e humanóide mas também grandes asas como as de um inseto que podem ser transparentes ou multicoloridas conforme sua espécie. A fada é dotada de fraco poder mágico que ela usa para deter predadores tais como o agoureiro. Usa um zumbido agudo para se comunicar com suas companheiras. Põe 50 ovos de cada vez no verso das folhas, depois viram casulos, que saem, 1 mês mais tarde, adultos alados totalmente formados. 

 

                                     Gnomos

     Os Gnomos possuem uma pele muito dura como o couro e são bem pequenos, se alimentam de carne e infestam os jardins bruxos. Os Gnomos são tidos muitas vezes como pragas de jardim. Para os afugentar, devemos fazê-los rodar até ficarem tontos e jogá-los para longe e lançarem em sua toca. Também são conhecidos como GUERNUMBLIE. Algumas pessoas se deixam serem mordidas por esses seres por acreditarem que sua mordida transfere sua sabedoria.

Feitiço para atacá-lo: Flipendo e lançá-lo em sua toca.

  

                                    Dedo-Duro

     Minúscula ave azul que se alimenta de pequenos insetos. Não produz som algum até a hora de morrer, quando deixa escapar um grito longo formado por todos os sons que ouviu durante a vida, de trás pra frente. Suas penas são usadas para Soro da Verdade (Veritasserum) e Poções da Memória.

 

                                     Pocotós

     Guardião de cavalos, tem o corpo coberto comprida e, na cabeça, uma maçaroca de pêlos duros além de um nariz excepcionalmente grande. Suas patas são cascos fendidos. Seus braços são pequenos e terminam em quatro dedos curtos e grossos. Quando adultos, atingem cerca de sessenta centímetros de altura e se alimentam de capim.  

  

 

 

Terceiro Ano

 

                          Crupes

     Tem o rabo bifurcado. É muito leal aos bruxos e feroz com os trouxas. E quase certo que seja um cão criado por magia porque é muito leal aos bruxos e feroz com os trouxas. E um grande comedor de refugo, ingere qualquer coisa desde gnomos a pneus velhos. O dono é também obrigado por lei a cortar o rabo dele, com um Feitiço de Corte indolor, entre a sexta e a oitava semanas de vida para que o crupe não chame a atenção dos trouxas.

 

                       Fada Mordente (Doxy)

     Vive sendo confundida com uma fada verdadeira, embora seja uma espécie bem diferente. Tem uma forma humana minúscula, mas é coberta de pêlos espessos e dotada de dois pares de pernas e braços. Suas asas são grossas, curvas e brilhantes, semelhantes a de um besouro. Põem até 500 ovos e os enterram. Depois de 2 ou 3 semanas depois, os filhotes nascem. Possuem dentes envenenados. É preciso tomar um antídoto quando se é mordido.

 

                         Cava-Charco

     Lembra um pedaço de madeira quando está parado. Possui patas com nadadeiras e dentes muitos afiados.Desloca-se pelos brejos, alimentando-se principalmente de pequenos mamíferos e produz graves ferimentos nos tornozelos das pessoas que andam por ali. Sua comida favorita é a mandrágora.

 

                        Caranguejo-de-Fogo

     Semelhante a uma grande tartaruga com uma carapaça cravejada de pedras preciosas. Tem um mecanismo de defesa próprio: expele chamas pelo rabo quando atacado. Ele é exportado como animal de estimação mediante uma licença especial.

  

                               Hipogrifos

     Tem uma cabeça de uma enorme águia e o corpo de cavalo. Pode ser domesticado (por peritos apenas). Fazer uma referência a eles demonstra boas intenções.  Se o hipogrifo retribuir a reverência, será seguro se aproximar. Eles escavam o chão a procura de insetos, mas comem igualmente aves e outros pequenos mamíferos. Constrói ninho no chão em época de acasalamento e ali deposita um único ovo, grande e frágil, que choca em 24 horas. O filhote estará pronto para voar uma semana depois, embora irá demorar meses para acompanhar seus pais em viagens grandes. 

 

 

                                   Ouriços

     É confundido pelos trouxas com o porco-espinho. As duas espécies são indestinguíveis, exceto por uma diferença importante: se deixarmos comida no jardim para um porco-espinho, ele aceitará e apreciará o presente; por outro lado, se oferecermos comida a um ouriço, ele irá supor que o dono da casa está tentando atraí-lo para uma cilada, e destruirá o jardim da casa.

 

                       Leprechaun ( Duende Irlandês )

     Mais inteligente que uma fada e menos malicioso que um diabrete ou a fada mordente, ainda assim é travesso. Atinge 1,5 m de altura e sua cor é verde. É capaz de criar roupas rústicas com folhas. Gera seus filhotes e habita as matas e áreas silvestres. O duende irlandês produz uma substância que parece ouro mas desaparece após algumas horas para seu grande divertimento. Alimenta-se de folhas e, apesar de ter a reputação de pregar peças, nunca se soube que tivesse prejudicado um humano de modo permanente.

 

                             Barrete Vermelho

     Essas criaturas anãs vivem em crateras de antigos campos de batalha ou onde quer que o sangue humano tenha sido derramado. Embora facilmente repelidas com feitiços e azarações, elas oferecem grande perigo aos trouxas que andam sozinhos, a quem tentarão matar de pancadas nas noites escuras.

  

                        Salamandras

     A Salamandra é um pequeno lagarto que habita o fogo e se alimenta de chamas. Branco ofuscante, ela pode se apresentar azul ou vermelha, dependendo do calor do fogo de onde surgiu.

As salamandras podem sobreviver até seis horas fora do fogo se ingerirem pimenta a intervalos regulares. Sobrevivem somente enquanto o fogo no qual apareceram continuar a arder. O sangue desse animal tem eficazes propriedades curativas e restauradoras.

O Feitiço para congelá-la é o Glacius.

 

  

 

 

Quarto Ano

                       Seminvisos

     Pode se tornar invisível quando ameaçado. Disto decorre que só pode ser visto por bruxos treinados para sua captura.

O seminviso é um animal herbívoro e pacífico, cuja aparência lembra a de um gracioso macaco com grandes olhos negros e tristes, em geral escondidos sob os pêlos da cabeça. O corpo inteiro é coberto por pêlos longos, finos e sedosos. Essa pelagem é muito valorizada porque seus fios podem ser usados para tecer capas da invisibilidade.

 

                       Erumpente

     A distância, esse bicho, que pesa até uma tonelada, pode ser confundido com um rinoceronte. Tem uni couro grosso que repele a maioria dos feitiços e maldições, um chifre afiado sobre o nariz e um grande rabo que lembra uma corda. Dá à luz apenas um filhote de cada vez.

     O erumpente não ataca a não ser provocado pela dor, mas se ele investir contra alguém os resultados são em geral catastróficos. Seu chifre pode perfurar qualquer coisa desde pele até metal e contém uma secreção fluida que faz a coisa ou pessoa injetada explodir.

     O número de erumpentes não é grande porque os machos causam a explosão uns dos outros durante a temporada de acasalamento. Esses animais são tratados com grande cautela pelos bruxos africanos. Os chifres, rabos e secreção explosiva do erumpente são empregados em poções.

  

                             Grifos

     Tem as pernas dianteiras e uma grande cabeça de águia, mas o corpo e as pernas traseiras de leão. Tal como as esfinges, os grifos são com freqüência empregados pelos bruxos para guardar tesouros. E embora ele seja feroz, sabe-se de bruxos que têm feito amizade com esse animal. Os grifos se alimentam de carne crua.

 

 

                               Esfinges

     A esfinge egípcia tem cabeça humana e corpo de leão. Há mais de mil anos ela é usada pelos bruxos e bruxas para guardar tesouros e seus esconderijos secretos. Inteligentíssimo, esse animal tem prazer em inventar charadas e quebra-cabeças. Em geral, a esfinge só se torna perigosa quando aquilo que está guardando é ameaçado.

 

                                Trasgos

O Trasgo é uma criatura temível que atinge mais de três metros e meio de altura e pesa mais de uma tonelada. Notável por sua força igualmente prodigiosa e sua pouca inteligência, esse animal é muitas vezes violento e imprevisível. Em geral, ele fala aos grunhidos que parecem constituir uma linguagem primitiva, embora haja notícia de que alguns compreendam e até falem algumas palavras humanas mais simples. Os mais inteligentes da espécie têm sido treinados para guardiões.

     Existem três tipos de trasgos: das montanhas, das florestas e dos rios.

 

·       Montanhês: É o maior e mais feroz. É careca e tem a pele cinza-claro.

 

·       Florestal: Tem pele verde-clara e, alguns espécimes, uma cabeleira rala, fina e verde ou castanha.

 

Fluvial: Tem pele roxa e é, com freqüência, encontrado sob as pontes. Os trasgos comem carne crua e não são exigentes quanto às suas presas, que podem ser animais ou humanas. 

Quinto Ano

                                Iétis

     Aparentado com o trasgo. Com uma estatura máxima de quatro metros e meio, o iéti é coberto da cabeça aos pés por pêlos alvíssimos. Devora qualquer coisa que cruze o seu caminho, embora tenha medo do fogo e possa ser repelido por bruxos experientes. Feitiço para se defender do Iéti: Lacarnum Inflammare ou Incêndio.

 

 

                          Quimera

     Monstro raro com cabeça de leão, corpo de bode e rabo de dragão. Feroz e sanguinária, ela é extremamente perigosa. Só se conhece um exemplo de alguém que tenha abatido uma quimera, mas o azarado bruxo em questão caiu do seu cavalo alado e morreu pouco depois, sem forças. Os ovos da quimera são classificados como Artigos Não Comerciáveis Classe A.

                        

 

                                Dragões

     O Dragão, provavelmente o animal mágico mais famoso do mundo, encontra-se entre os mais difíceis de esconder. A fêmea é em geral maior e mais agressiva do que o macho, embora ninguém deva se aproximar de nenhum dos dois exceto os bruxos com aptidão e treinamento excepcionais. O couro, o sangue, o coração, o fígado e o chifre do dragão têm grandes propriedades mágicas, mas seus ovos são considerados Artigos Não Comerciáveis Classe A.

    

    

     Existem 9 espécies de dragão puros-sangues:

·       OLHO-DE-OPALA

·       METEORO-CHINÊS

·       VERDE-GALÊS COMUM

·       NEGRO DAS ILHAS HÉBRIDAS

·       RABO-CÓRNEO HÚNGARO

·       DENTE-DE-VÍBORA PERUANO

·       CHIFRES-LONGOS ROMENO

·       FOCINHO-CURTO SUECO

·       BARRIGA-DE-FERRO UCRANIANO

 

Sexto Ano


                            Manticoras

     É um perigoso animal grego com cabeça humana, corpo de leão e rabo de escorpião. Tão feroz quanto a quimera e igualmente rara, a manticora tem fama de cantar baixinho enquanto devora a presa. Sua pele repele quase todos os feitiços conhecidos e sua mordida pode causar morte instantânea.

 

 

                               Fênix

     A fênix é um pássaro magnífico, de cor vermelha e porte de cisne, com um longo rabo, bico e garras dourados. Faz ninho no cume de montanhas no Egito, índia e China, e tem uma vida longuíssima porque é capaz de se regenerar, irrompendo em chamas quando seu corpo entra em decadência e ressurgindo das cinzas novamente jovem. É um pássaro manso, a que não se atribuem mortes, e se alimenta apenas de ervas. Ela pode desaparecer e reaparecer quando quer. Seu canto é mágico: acredita-se que aumente a coragem dos puros de coração e atemorize os impuros de coração. Suas lágrimas possuem poderosas propriedades curativas.

 

                      Testrálios

     O Testrálio é uma espécie da cavalo alado sem pele e sem alma, a sua cabeça é de dragão, seu corpo é só esqueleto de cavalo e seu rabo negro serve como chicote. Eles comem carne de qualquer espécie. São encontrados em grupos de um macho e cinco fêmeas. São invisíveis para alguns e são visíveis a quem já teve a experiência de quase morte ou já viu alguém morrer.

Os testrálios tem o corpo de um cavalo, asas coriáceras como a de um dragão e escamas. Eles têm um ótimo olfato. Testrálios também são dotados de um poderosíssimo senso de direção: basta ganhar-lhe a confiança, montar, dizer aonde se quer ir e segurar firme... eles te levam ao local exato. Mas um fato fez com que os testrálios fossem classificados como animais extremamente perigosos pelo Ministério da Magia: apenas as pessoas que já presenciaram a morte de perto podem vê-los. Isso criou um misticismo muito grande à sua volta, pois acredita-se que ver testrálios é um sinal de morte - mas é exatamente ao contrário. Testrálios são dóceis por natureza e jamais atacam o homem, a não ser em caso de auto-defesa. 

 

 

Sétimo Ano

 

                           Centauros

     O centauro tem cabeça, tronco e braços humanos ligados a um corpo de cavalo cujo colorido varia. Inteligente e dotado de fala humana, a rigor, não deveria ser chamado de animal, mas a seu próprio pedido foi assim classificado pelo Ministério da Magia.

Os hábitos dos centauros não são humanos: eles habitam lugares isolados, recusam roupas e preferem viver longe de bruxos e trouxas, embora tenham inteligência igual a ambos. O centauro habita a floresta.

 

 

                              Unicórnios

     Quando adulto é um cavalo branco-puro, dotado de um chifre, embora seus potrinhos nasçam dourados e se tornem prateados antes de atingir a maturidade. O chifre, o sangue e o pêlo do unicórnio têm propriedades excepcionalmente mágicas. Em geral ele evita contato com os humanos, deixa mais facilmente uma bruxa do que um bruxo se aproximar dele e tem patas tão ágeis que torna difícil sua captura.

 

                               Basiliscos

     Basiliscos são serpentes enormes cujo olhar é capaz de matar uma pessoa instantaneamente através de clorofilas minúsculas que lançam um veneno que atinge o cérebro da vitima por isso quando visto de um espelho  é-se petrificado até se beber sumo de mandrágora . Nasce quando uma cobra engole o ovo posto por um galo e chocado por uma rã . Eles têm muita resistência, podendo viver muito tempo. Mas o canto do galo pode lhes ser fatal. O veneno de um basilisco é uma substância altamente nociva e o único antídoto para tal veneno é a lágrima de fênix